Completei #UmAnoSemQuímica

Há um ano resolvi radicalizar, fugir do lugar comum e da minha zona de conforto e lancei o desafio #umanosemquimica. RASPEI meus cabelos e fiquei UM ANO sem usar nenhuma química nos fios.
Loucura? Um tiquinho, mas por uma ótima causa! Foi a maneira que encontrei de gritar para o mundo a importância de cuidar do couro cabeludo. Também foi uma oportunidade de colocar em prática todos estudos e pesquisas que venho desenvolvendo sobre o meu método de Terapia Capilar, o método Renata Fraga.

Como foi passar #UMANOSEMQUÍMICA?

Esse um ano sem química foi um ano de descobertas e redescobertas… vocês acreditam que eu não lembrava mais como era meu cabelo sem química, gente?! Não lembrava como eram meus cachos! Eu que tinha mecha branca bem na frente do cabelo, não sabia como era tê-la porque sempre a cobri com tinta. Não sou uma pessoa radical contra as químicas, desde que você cuide muito do seu couro cabeludo e fios para que eles estejam preparados para recebê-las. Mas descobri que sim, é uma sensação de liberdade quando a gente deixa o alisamento e tintura das madeixas de lado!
Nem tudo foi só felicidade,também tive meus perrengues! Quem tem cachos e  já teve cabelo muito curto…sabe que a gente passa por uma fase difíiiiicil para lidar com as madeixas crescendo. Quem me segue no Instagram, pode acompanhar tudinho pelos meus stories! E obrigada pela força, gente!

E eu atingi minha meta?

#UmAnoSemQuímica e olha o tamanhão do meu cabelo! Muito mais saudável e forte. O segredo de um cabelo bonito está no couro cabeludo saudável.  E o que foi super importante: recebi muito feedback de gente que me segue e aprendeu como cuidar do couro cabeludo. Pessoas que seguiram minhas receitinhas de limpeza, hidratação e conseguiram resultados incríveis. Claaaro, não é mesmo resultado de quem faz Terapia Capilar, mas já é uma maneira de colher benefícios para as madeixas.

Acabou o #umanosemquímica e agora? Vem saber o que acontece no meu vídeo!

 

 

 

Deixar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *